Cirurgia plástica de luxo: saiba o que é o procedimento

Cirurgia plástica de luxo: saiba o que é o procedimento

Celebridades e pessoas financeiramente bem-sucedidas procuram cada vez mais um atendimento de luxo na hora de realizar uma cirurgia plástica

Cirurgias plásticas de luxo vêm crescendo no mundo todo e fomentando um novo mercado para os procedimentos estéticos, principalmente os faciais. Nomes como o estilista norte-americano, Marc Jacobs, de 59 anos de idade, estão na lista das celebridades dispostas a desembolsar valores substanciais para a realização de cirurgias plásticas de luxo.

Seja em razão do crescente aumento da preocupação com os padrões estéticos ou simplesmente pela busca de mais autoestima e satisfação com a própria imagem, as pessoas têm procurado os consultórios dos cirurgiões plásticos para a realização de diversos tratamentos. Alguns dos procedimentos mais desejados são:

A pesquisa mais recente da Sociedade Internacional de Cirurgias Plásticas (ISAPS), realizada em 2020, constatou que cerca de 10.1 milhões de procedimentos cirúrgicos e 14.4 milhões de procedimentos não cirúrgicos foram feitos no mundo todo.

O que é cirurgia plástica de luxo?

A cirurgia mais popular continua sendo o implante de silicone para aumento dos seios, seguida de lipoaspiração, cirurgia da pálpebra e rinoplastia. Já entre os procedimentos não cirúrgicos, a toxina botulínica e o preenchimento com ácido hialurônico aparecem no topo do ranking.

Os países que mais realizaram cirurgias plásticas no mundo em 2020 foram: Estados Unidos, Brasil e Alemanha. O relatório completo da ISAPS pode ser conferido aqui.

O que é cirurgia plástica de luxo?

A cirurgia plástica de luxo, assim como qualquer outro ativo de luxo, como, por exemplo, uma obra de arte ou um imóvel sofisticado, só está disponível para uma parcela pequena da sociedade: aquela que possui os recursos financeiros necessários para arcar com um procedimento estético com custos muito acima da média.  

Essas cirurgias plásticas são feitas com completa exclusividade, em um hospital de alto padrão, com os melhores recursos e tecnologias disponíveis e equipes experientes e renomadas. Neste segmento, é comum que as pessoas queiram fazer seus procedimentos estéticos com cirurgiões que já tenham atendido celebridades e influenciadores.

As cirurgias plásticas de luxo podem incluir procedimentos na testa, nas pálpebras superiores e inferiores, rinoplastia, correção da porção central do rosto, correção do pescoço, mamoplastia, abdominoplastia, lipoaspiração, labioplastia e diversos outros procedimentos com objetivos estéticos.

No Brasil, o escopo das cirurgias plásticas é extenso. Entre os procedimentos mais procurados, estão: a lipoaspiração, abdominoplastia, rinoplastia, labioplastia, otoplastia e o transplante capilar.

Como é possível notar, são procedimentos diretamente relacionados a uma mudança estética, algo bastante procurado por homens e mulheres que desejam mudar a sua aparência e recuperar a autoestima.

Quais as características da cirurgia plástica de luxo?

As cirurgias plásticas de luxo têm como objetivo promover a beleza, saúde emocional e autoconfiança. Entre as principais características desse tipo de procedimento, destacam-se as seguintes:

Apesar de serem procedimentos com valores elevados, em muitos casos, existem filas de espera para o atendimento.

Por que uma cirurgia plástica de luxo custa muito caro?

O que há em comum entre marcas como Louis Vuitton, carros tipo Rolls-Royce e outros objetos colecionáveis como relógios e quadros de luxo? A resposta é simples: apenas uma parcela limitada da sociedade possui condições de adquiri-los. O mesmo ocorre com as cirurgias plásticas de luxo.

Além dos valores dos cirurgiões, também merecem atenção outros aspectos da cirurgia plástica de luxo, como os materiais e as tecnologias utilizados, o hospital ou clínica onde o procedimento é realizado e os cuidados pré e pós-operatórios.

Este último fator pode ser considerado um dos mais significativos. A maioria dos médicos de elite oferece suporte pós-operatório de alto padrão, inclusive com a internação em centros de cuidados que poderiam facilmente ser confundidos com um hotel de luxo, com aparelhos extremamente modernos.

Cirurgia plástica: luxo ou necessidade?

Os procedimentos da cirurgia plástica vão muito além da questão estética. Quando bem indicados e realizados, os procedimentos podem ajudar a melhorar a qualidade de vida e a saúde emocional dos pacientes, que ficam mais confiantes e felizes com a própria aparência.

A avaliação sobre a necessidade de uma cirurgia plástica deve ser feita de forma responsável e consciente pelo médico e seu paciente. Mudanças drásticas na aparência ou padrões de beleza inalcançáveis não devem ser incentivados em nenhuma hipótese.

Para que a cirurgia plástica seja satisfatória, ela precisa estar baseada em um planejamento que busque resultados realistas. De uma maneira geral, a percepção de valor sobre um procedimento e o julgamento se ele é um luxo ou uma necessidade são completamente pessoais.

Ou seja, apenas a pessoa que deseja realizar o procedimento sabe de que forma a cirurgia poderá impactar sua vida. Elevar a confiança ou simplesmente melhorar a própria aparência é uma decisão que cabe somente à pessoa que decide considerar uma cirurgia estética.

Cirurgia plástica facial de luxo

As intervenções com finalidade puramente estética, com o intuito de realçar a beleza ou promover o rejuvenescimento, estão em evidência no mercado das cirurgias plásticas de luxo. O valor cobrado pelos procedimentos é alto, mas apenas os próprios consumidores podem julgar se vale a pena pagar o preço por um atendimento luxuoso e exclusivo.

Na realidade, é comum que médicos mais experientes, com muitos anos de carreira e com especializações em técnicas avançadas e complexas de cirurgia plástica cobrem valores mais caros.
De qualquer forma, antes de optar por um profissional, independentemente do seu reconhecimento, é fundamental saber se ele é credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e se possui o registro no Conselho Regional de Medicina.

Por fim, vale dizer que, seja para a realização de uma cirurgia plástica de luxo ou um procedimento padrão, os motivos para buscar o tratamento devem estar claros para o paciente.

Além disso, é uma obrigação do cirurgião plástico orientar e informar o paciente sobre todos os riscos que o procedimento pode trazer, fazendo valer o Princípio da Autonomia do Paciente.

Ou seja, munida de informações confiáveis, a pessoa terá condições de decidir se a cirurgia plástica é uma necessidade real e se os resultados do procedimento vão agregar benefícios à sua vida.