Saiba o que é Ritidoplastia e quais os benefícios do tratamento

Saiba o que é Ritidoplastia e quais os benefícios do tratamento

Ritidoplastia é uma cirurgia estética facial realizada para diminuir a aparência envelhecida do paciente. Saiba mais!

Muitas pessoas, principalmente após chegarem à meia idade, buscam por tratamentos para rejuvenescer sua aparência. A preocupação estética se torna presente, a fim de restabelecer a autoestima e a autoconfiança que podem ficar comprometidas por causa da flacidez, das rugas e marcas de expressão mais profundas.

Um procedimento que tem sido bastante buscado por esse público é a ritidoplastia, uma intervenção cirúrgica que minimiza os sinais do envelhecimento facial e garante uma aparência mais jovial, eliminando o aspecto de cansaço e a flacidez do rosto.

A ritidoplastia promove rejuvenescimento facial

Basicamente, a cirurgia consiste na retirada do excesso de pele da face, promovendo um efeito lifting bastante interessante. Saiba mais sobre o procedimento e seus benefícios neste artigo!

O que é Ritidoplastia?

Feito na face e no pescoço, o lifting facial, ritidectomia ou ritidoplastia, é uma intervenção estética que ameniza e trata as marcas visíveis da idade. Essa operação é feita, principalmente, em pessoas com idade avançada ou que possuem tendência ao envelhecimento precoce.

Vindo do termo em inglês lifting, esse método tem como objetivo “levantar” o rosto do paciente. Assim sendo, a ritidoplastia trata as linhas de expressão e rugas que surgem naturalmente e que demonstram como a pele do rosto é atingida pelos efeitos do tempo.

Em resumo, essa operação faz o reposicionamento de tecidos corporais. Devido a razões ambientais ou à chegada da idade, esses tecidos acabam saindo do lugar e perdendo sua firmeza e maleabilidade.

O rejuvenescimento da face é feito por meio da retirada do excesso de pele. O lifting facial age sobre os seguintes aspectos do rosto:

● Flacidez da pele;

● Traços de expressão;

● Rugas;

● Bigode chinês (Sulco nasogeniano);

● Acúmulo de gordura na mandíbula e queixo;

● Vincos profundos localizados no nariz ou abaixo das pálpebras.

Antes de fazer a cirurgia, é necessário ter expectativas realistas sobre o resultado, já que o lifting facial não muda a fisionomia do indivíduo e também não impede o envelhecimento. A operação apenas faz a correção de traços que incomodam o paciente, diminuindo a flacidez e o aspecto de testa franzida, por exemplo.

Ritidoplastia, Lifting Facial e Ritidectomia são a mesma coisa?

A ritidoplastia possui diferentes nomenclaturas, sendo conhecida também como lifting facial ou ritidectomia. Todos os termos correspondem ao mesmo procedimento estético, uma intervenção cirúrgica que é responsável por rejuvenescer a face.

Além disso, essa intervenção também é genericamente chamada de lifting ou de face lifting. Contudo, vale ressaltar que todos os nomes remetem a mesma técnica cirúrgica.

O procedimento é direcionado de acordo com as necessidades de cada paciente, garantindo um atendimento e um resultado personalizados.

A intervenção pode se concentrar no terço inferior do rosto, incluindo o pescoço e os lábios; no terço médio, que corresponde às bochechas e ao nariz e, por fim, no terço superior, região que engloba os olhos e a testa.

Em geral, as pessoas que buscam o procedimento desejam obter um resultado de levantamento da têmpora, reposicionando a sobrancelha e o supercílio, além de tratar rugas presentes na testa e a flacidez em áreas específicas do rosto. A cirurgia suaviza as linhas de expressão e tem um resultado bastante natural.

A ritidoplastia é uma das intervenções estéticas mais buscadas no momento

A cirurgia é recomendada para quem?

Geralmente, uma intervenção estética é responsável por ajudar o indivíduo na recuperação de sua autoestima, também elevando a satisfação pessoal e a autoconfiança. Sendo assim, a ritidectomia é indicada para pessoas que se sentem infelizes e incomodadas com sua fisionomia atual.

Em 2018, de acordo com um levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, dentre todas as intervenções estéticas feitas no ano, o lifting facial representou 3,4% do total dos procedimentos.

Quando fazer a ritidoplastia?

Considerado um processo natural, o envelhecimento começa a ficar mais evidente a partir dos 40 anos. A ritidoplastia é recomendada justamente para as pessoas que queiram suavizar esses sinais da idade com mais naturalidade.

Apesar dessa recomendação, pessoas que envelheceram precocemente também podem optar por fazer o lifting facial para amenizar marcas do rosto que podem ser acentuadas por fatores como tendências genéticas, grande exposição ao sol, hábitos de vida inadequados e uma alimentação não saudável.

Em todos os casos, no entanto, é necessário que seja realizada uma avaliação médica com um cirurgião plástico experiente, já que cada pessoa possui traços próprios e características individuais.

Ritidoplastia: qual o preço médio deste tratamento?

Apesar de existirem valores médios, é importante ressaltar que o preço real da cirurgia varia segundo a avaliação feita pelo médico, que determina quais são as necessidades individuais do paciente. Portanto, o custo da operação é apresentado apenas dentro do consultório do cirurgião plástico, após avaliação cuidadosa e individualizada.

No lifting facial, os valores podem depender de diferentes fatores, como a experiência do cirurgião, os honorários da equipe cirúrgica, o tipo de anestesia, internação hospitalar, a técnica utilizada e as alterações estéticas realizadas.

Como é feita a cirurgia plástica?

O primeiro passo da ritidoplastia é a avaliação feita pelo cirurgião, que analisa quais são as indicações para a operação e o quadro clínico do paciente.

Em média, a cirurgia para fazer o rejuvenescimento facial dura de 3 a 6 horas, mas depende também da técnica utilizada. Já em relação ao período que a pessoa permanece internada, normalmente a duração não tende a passar de 24 horas.

O lifting facial pode ser feito com anestesia local e sedação, ou geral. No método tradicional, o cirurgião realiza uma incisão que contorna a orelha e couro cabeludo. Logo, o profissional faz a realocação das estruturas da face, com a remoção ou distribuição da gordura e também da pele e músculos.

Por fim, é feito o fechamento da incisão. Para impedir sangramentos no local e proteger a região, o médico faz a colocação de uma bandagem.

Os principais benefícios da ritidoplastia são mais harmonia facial e jovialidade

Ritidoplastia: quanto tempo demora a recuperação?

Uma recuperação adequada é essencial para que o paciente obtenha os melhores resultados da cirurgia estética. Imprescindíveis no pós-operatório, alguns cuidados específicos ajudam também na prevenção de complicações.

Após realizar a cirurgia, é importante manter uma alimentação saudável; além de se resguardar quanto à exposição ao sol e administrar corretamente a medicação exigida pelo pós-operatório.

Durante os primeiros dias após a ritidoplastia, o indivíduo precisa também dormir priorizando a elevação do dorso. Ou seja, evitar o contato entre a lateral do rosto recém operado e a superfície do travesseiro.

As bandagens devem ser higienizadas, mas não molhadas com água. O processo de curativos deve ser executado seguindo as indicações dadas pelo cirurgião plástico.

Outro cuidado importante é não utilizar cosméticos durante a primeira semana de pós-operatório. Para melhores resultados, também é necessário que o paciente realize sessões de drenagem linfática no rosto.

Normalmente, o período pós cirúrgico gera desconforto inicial, que diminui aos poucos. Desta forma, 14 dias é o tempo médio necessário para que o paciente consiga retornar às suas atividades diárias.

A cirurgia deixa cicatriz?

Em geral, toda intervenção cirúrgica deixa uma cicatriz. Todavia, as cicatrizes podem ser adaptadas para se situarem em lugares mais discretos.

A cicatrização do lifting facial depende muito do organismo de cada um. O procedimento deixa uma cicatriz bem pequena, e essa marca também pode ser ocultada pela presença da orelha ou das dobras da derme. Normalmente, a cicatrização completa acontece entre 6 e 24 meses.

Resultado da Ritidoplastia: comparação do antes e depois

O principal benefício do lifting facial é a aparência rejuvenescida do rosto. O indivíduo consegue visualizar o resultado depois de feita a cicatrização, redução do inchaço e a consolidação das estruturas modificadas.

O procedimento proporciona uma fisionomia mais jovial e firme. Realizar a cirurgia também garante uma pele com um visual descansado e tonificado.

A cirurgia é executada seguindo os aspectos físicos da face da pessoa, que tem seu rosto harmonizado e seus traços ressaltados. Para obter os melhores resultados possíveis e ter segurança no procedimento, busque sempre um cirurgião plástico que seja membro credenciado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.