Preenchimento labial é indicado para você? - Dra. Maria Claudia Giometti

Preenchimento labial é indicado para você?

O preenchimento labial também é conhecido como aumento labial. Trata-se de um procedimento médico pouco invasivo, que pode ser definitivo ou temporário, feito com a inserção de material biocompatível para aumentar o volume na região da boca.

A busca por uma face mais harmônica e bonita é um dos motivos que levam as pessoas a procurarem pelo preenchimento labial ou aumento labial.

O preenchimento labial é um procedimento estético não invasivo e, por isso, não é considerado uma cirurgia. A técnica consiste na aplicação de substância específica na região dos lábios.

Quais são os tipos de preenchimento labial?

O aumento labial pode variar de acordo com o material usado para o preenchimento dos lábios. Os mais comuns são os seguintes:

• Implantes sintéticos;

• Implantes naturais;

• Implantes mistos.

O tipo de implante labial ideal para você será decidido em conjunto com a médica cirurgiã plástica em Moema, Dra. Maria Claudia Giometti. Porém, é preciso ressaltar que os materiais biocompatíveis são os preferidos para o preenchimento labial.

Por exemplo: o ácido hialurônico, que é uma substância que já está presente no corpo humano, é um dos mais utilizados em procedimentos que buscam o aumento labial, já que seus efeitos são muito positivos no aumento do volume da região da aplicação, além de ser estimulante para a produção de colágeno, assim como para a redução de rugas e sulcos.

Neste caso, o preenchimento labial com ácido hialurônico deixa a boca mais saliente e com aparência rejuvenescida. É importante ressaltar que o preenchimento labial com ácido hialurônico, um dos mais realizados atualmente, não é definitivo.

Para quem o preenchimento labial é indicado?

O aumento labial pode ser indicado para pessoas com microstomia (boca pequena), macrostomia (boca grande) e lábio leporino, quando os lábios apresentam alguma deficiência estética ou funcional em decorrência de acidentes ou problema de nascença.

Cada caso precisa ser avaliado pessoalmente pela cirurgiã plástica. O objetivo da médica, além de obter o aumento labial, é encontrar a perfeita harmonia na face, principalmente entre o nariz e a boca.

O equilíbrio estético é essencial para o paciente ficar satisfeito com o preenchimento labial.

Diferença do preenchimento labial e lifting labial

O lifting labial também é uma técnica usada para melhorar a estética dos lábios, porém é totalmente diferente do preenchimento labial.

No caso do lifting labial, os lábios são levantados e a distância entre o vermelhão do lábio superior e das fossas nasais é encurtada.

Durante o lifting labial, a médica ainda pode realizar outros procedimentos para otimizar o resultado. Os mais comuns são os seguintes:

• Aplicação de laser para reduzir as rugas mais finas;

• Fazer um peeling químico;

• Realizar uma dermoabrasão.

Agora, você já sabe a diferença entre lifting labial e preenchimento labial.

Cirurgia de preenchimento labial antes e depois

Voltando a falar sobre o aumento labial, os resultados mostram que o preenchimento labial deixa a boca mais sensual e volumosa, com mais harmonia entre a boca e outros elementos da face, principalmente o nariz.

Além disso, é muito comum os pacientes se sentirem mais jovens e satisfeitos com a própria aparência depois do procedimento, uma vez que os lábios muito finos costumam incomodar as pessoas que não gostam dessa característica.

Mesmo assim, durante a consulta com a Dra. Maria Cláudia Giometti, especialista em cirurgia plástica, todos os aspectos referentes à expectativa com o procedimento são abordados durante as conversas. Assim, o paciente não fica frustrado com o resultado e não cria expectativas irreais com o aumento labial.

Preenchimento labial: cicatriz e riscos

O aumento labial feito com gordura ou ácido hialurônico é um dos procedimentos estéticos mais seguros para deixar a boca mais volumosa. As queixas mais recorrentes são as seguintes:

• Inchaço;

• Infecção;

• Dor;

• Presença de caroço ou nódulos.

Porém, os casos nos quais os pacientes apresentam estes tipos de problemas são extremamente raros. Segundo dados da FDA e da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica, 1.748 procedimentos de aumento labial registraram problemas no país entre 2014 e 2016.

Na época, as autoridades queriam compreender melhor a segurança do uso de ácido hialurônico para aumento labial e outros procedimentos estéticos. Eles perceberam que, de todos os procedimentos com alguma reação adversa, somente 30% foram na região dos lábios e, destes, 0,2% dos casos reclamaram do problema mais comum: o inchaço. Ou seja, a técnica é uma das mais seguras para aumentar os lábios.

Como é feito o preenchimento labial

Em ambiente clínico devidamente preparado, a cirurgiã plástica faz a aplicação do ácido hialurônico com o uso de cânula ou agulha extremamente fina. As aplicações são feitas para atingir os seguintes resultados:

• Corrigir assimetrias labiais;

• Reduzir as marcas de expressão que ficam ao redor dos lábios;

• Obter o aumento labial que o paciente deseja.

As aplicações vão sendo realizadas até que o objetivo seja atingido com sucesso.

Quanto tempo dura o preenchimento labial?

O preenchimento labial feito com ácido hialurônico ou colágeno dura 2 anos, em média. O enxerto de gordura é definitivo, porém tem o inconveniente da reabsorção. Depois disso, para manter os lábios volumosos, o paciente precisa fazer uma nova aplicação, já que as substâncias são absorvidas pelo organismo.

Uma das vantagens do aumento labial não definitivo é que, se o paciente não ficar satisfeito com o resultado, quiser os lábios ainda maiores, isso pode ser corrigido em uma segunda aplicação, por exemplo. Caso o preenchimento seja um pouco maior que o desejado, pode-se injetar a enzima hialuronidase, que dissolve o ácido hialurônico.

Porém, é importante destacar que a grande maioria dos pacientes fica muito feliz com o resultado já na primeira aplicação.

Como é feito o preenchimento labial definitivo?

O preenchimento labial definitivo é feito, basicamente, com duas técnicas:

• PMMA – Aplicação de metacril ou polimetilmetacrilato;

• Utilização de gordura autógena através da lipoenxertia.

O aumento labial definitivo com lipoenxertia é bastante recomendado, já que se usa no procedimento gordura do próprio paciente, retirada de áreas como abdômen, púbis e face das coxas.  Depois da purificação do material, ele é reaplicado na região dos lábios.

O resultado definitivo da lipoenxertia aparece em 90 dias após o procedimento, já que parte da gordura aplicada nos lábios é absorvida pelo organismo. As queixas mais comuns são de inchaços, mas eles passam em pouco tempo.

As técnicas de aumento labial definitivo com metacril ou polimetilmetacrilato não são recomendadas, pois aumentam muito o risco de complicações e, a longo prazo, podem ter migração do local injetado, além da formação de nódulos e irregularidades. Cada paciente é avaliado com muito rigor pela cirurgiã plástica Dra. Maria Cláudia Giometti.

Como o PMMA usa material sintético, os riscos de desenvolvimento de reações adversas são bem maiores, entre as quais estão as seguintes:

• Cicatriz hipertrófica;

• Necrose dos tecidos;

• Deformação estética;

• Endurecimento da região dos lábios;

• Alergias.

Cirurgia plástica na boca: preço

O valor do preenchimento labial varia de acordo com a técnica adequada para cada paciente, conforme seus objetivos estéticos e condições físicas para fazer o procedimento. Por isso, cada caso precisa ser avaliado pessoalmente em uma consulta com a Dra. Maria Cláudia Giometti, médica cirurgiã plástica em Moema, SP.