Blefaroplastia – Cirurgia de Pálpebras - Dra. Maria Claudia Giometti

Blefaroplastia – Cirurgia de Pálpebras

A blefaroplastia também é chamada de cirurgia de pálpebras. O procedimento médico é realizado para melhorar a aparência das pálpebras inferiores e/ou superiores. Ela é indicada para o rejuvenescimento ao redor dos olhos, reduzindo consideravelmente a aparência de cansaço. O tratamento ainda é recomendado para melhorar a qualidade de vida e a visão.

Quais são as indicações para blefaroplastia?

Os pacientes que realizam a blefaroplastia recebem a indicação médica para a cirurgia de pálpebras para a retirada de depósitos de gordura na região das pálpebras, que criam a aparência de olhos inchados.

A visão pode ficar prejudicada quando a flacidez ou a pele frouxa forma dobras e distorce o contorno natural das pálpebras superiores. Neste caso, a blefaroplastia pode corrigir o problema, que, além de estético, também pode dificultar a visão.

Nas pálpebras inferiores, a blefaroplastia é o procedimento médico indicado para a remoção de rugas finas e excesso de pele, além de fazer a correção de bolsas sob os olhos, bem como de queda das pálpebras.

Como é feita a blefaroplastia?

Na blefaroplastia, o paciente recebe medicamentos para ficar confortável durante a cirurgia. A anestesia é feita com sedação intravenosa ou anestesia geral. A médica faz a recomendação de acordo com o perfil de cada paciente.

A incisão é realizada de maneira totalmente personalizada e planejada, para que as linhas fiquem em áreas escondidas, de forma que as cicatrizes se mantenham discretas nas estruturas naturais das pálpebras.

A blefaroplastia para pálpebras superiores é feita com uma incisão nas pregas, assim é possível remover o excesso de pele, reposicionar músculos, tecidos e depósitos de gordura, para corrigir a queda de pálpebras.

A blefaroplastia para pálpebras inferiores é feita com uma incisão bem embaixo do cílio. Assim, é possível remover o excesso de pele. Já o excesso de gordura nas pálpebras inferiores pode ser removido com a incisão transconjuntival, uma técnica alternativa para a correção de imperfeições.

Depois destas etapas, a médica realiza o fechamento das incisões com suturas removíveis, absorvíveis pelo organismo ou adesivos de pele. Para a retirada da coloração escurecida das pálpebras, o tratamento é feito com laser ou peeling químico.

Conforme os hematomas e sintomas pós-cirúrgicos forem desaparecendo, o paciente irá perceber com maior nitidez os resultados da cirurgia de pálpebras.

Como é a recuperação da blefaroplastia?

Após o procedimento ser concluído, use uma pomada lubrificante e faça compressas frias no local. Em alguns casos, os olhos podem ser cobertos com gaze. Mais informações são passadas durante a consulta médica.